Como funciona a blindagem nível III

Quer mais tranquilidade e segurança com tecnologia de ponta? Entenda como funciona a blindagem nível III!

A procura por construções blindadas vem aumentando no país, especialmente nas grandes cidades, onde os níveis de violência aumentam.

Para se ter uma ideia, só na capital paulista a Secretaria de Segurança Pública registrou um aumento de roubos em furtos em condomínios de mais de 170% no primeiro semestre de 2017 em relação ao mesmo período de 2016.

Blindagem arquitetônica nível III

A boa notícia é que uma construção arquitetônica pode se tornar bem mais segura para moradores, funcionários e visitantes ao fazer a blindagem. A blindagem arquitetônica é realizada com sistemas e artigos próprios.

Outra boa notícia é que uma obra pode ser blindada até mesmo depois de pronta. Assim, quem quer mais segurança e tranquilidade pode contar com esse tipo de serviço, mesmo que a construção já seja antiga – embora seja mais recomendada que o projeto já seja feito contando com a blindagem.

Nas fachadas da construção, por exemplo, o processo de blindagem nível III deve exigir a presença de armações mais robustas. Isso evita discrepância técnicas e estéticas. Aqui, uma empresa especializada deve desenvolver um projeto em conjunto entre arquitetos, engenheiros e profissionais da área de blindagem.

Vale ressaltar que isso é necessário pois dependendo do nível de proteção balística que se quer obter, a blindagem costuma impactar diretamente na estrutura da construção. Os especialistas afirmam que as estruturas precisam ser construídas de forma a suportar o peso das peças que entram no processo da blindagem, já que precisam ser superdimensionadas para suportar o peso das peças.

Por exemplo, o caixilho de uma construção para blindagem arquitetônica tem dimensões de 100 kg/m², sendo que uma armação convencional apresenta apenas 10 kg/m². Uma análise da construção deve ser realizada para garantir o peso extra que o projeto de blindagem arquitetônica oferecerá ao empreendimento.

A maior parte das construções optam por blindagem nível III, que é aquela que suporta ataques de pedras e outros objetos, tiros de armas de fogo 22, 38, 9 mm, Magnum 357, Magnum 44 e submetralhadora 9 mm. Para fazer esse tipo de blindagem arquitetônica pode apresentar um peso de 312 kg por metro de viga.

Assim, a solução mais adequada é descarregar o peso do artefato nas vigas – porém, isso nem sempre é possível. Caso não seja possível tal procedimento, é necessário usar perfis mais robustos na armação.

 

Projetos Retrofit

 

Já em projetos do tipo Retrofit que é exigida blindagem nível III, são necessários aplicações de reforços como, por exemplo, a fibra de carbono, chapas metálicas e outros, garantindo que as vigas suportem o peso.

Por outro lado, se os materiais incorporados na construção forem leves e a estrutura já for robusta, tais medidas podem ser dispensadas – isso porque existem materiais modernos e de alta tecnologia que não comprometem a estrutura da construção, porém, são mais caros.

Custos da blindagem nível III: é muito caro?

 

A blindagem nível III arquitetônica não é um serviço barato, principalmente, se os materiais usados forem de alta tecnologia e modernidade. Por exemplo, o processo de blindagem de 1 m2 de veneziana chega a custar a partir de R$ 1.500

Já uma porta blindada costuma ser oferecida no mercado por a partir de R$ 4 mil. Os painéis blindados ficam entre R$ 500 a R$ 1,5 mil por m2.

No entanto, não se pode se olhar o alto custo do investimento, mas sim, os benefícios que ele traz. É praticamente uma segurança total para a construção.

Outro fator que deve se levar em consideração, que requer mão de obra extremamente especializada, em razão do peso dos materiais envolvidos e a particularidade de cada projeto de blindagem nível III arquitetônica. Um ponto é a logística desses materiais, que deve ser feita com todo o cuidado possível – já que as peças costumam ser pesadas e o levantamento, geralmente, necessita ser feita com guinchos para se acomodarem na estrutura.

Guaritas blindadas

 

Guaritas podem ser concebidas já blindadas ou receberem blindagem posterior, porém, os vidros deverão ser retirados. E assim, passar pelo processo de blindagem, sendo recolocados posteriormente.

BÔNUS: Atenção na hora de contratar um serviço para blindagem arquitetônica

 

Deu para perceber como o processo de blindagem nível III de construções é complexo, não é? Portanto, é preciso muita pesquisa e atenção antes de escolher a empresa que prestará esse serviço.

Um dos requisitos é que o fornecedor do serviço esteja certificado pelo Exército Brasileiro. Além disso, a empresa deve dispor de uma estrutura industrial e ter a disposição profissionais qualificados, como arquitetos, engenheiros e projetistas especializados.

Garanta a segurança da sua construção, optando pela melhor empresa de blindagem arquitetônica nível III!

 

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *